Warning: in_array() expects parameter 2 to be array, string given in /home/mixse325/public_html/wp-content/plugins/wordpress-mobile-pack/frontend/sections/show-rel.php on line 37

Cultura do estupro?

25 09

2015

“Gostosa! Oh… Lá em casa!!”

“Com uma roupa dessas, ta pedindo pra ser estuprada…”

Quantas vezes por dia palavras e /ou frases com essa má conotação saem da boca de indivíduos que não respeitam as mulheres e seu modo de se vestir?

Vivemos em uma sociedade machista e patriarcal, em que as mulheres supostamente deveriam se vestir “com respeito”, ou se submeter a qualquer atividade proposta por um homem.

Diversos casos de estupros, ou tentativas, são registrados todos os dias  no mundo todo, como aconteceu na cidade de Uberlândia em que uma jovem de 18 anos foi vítima de uma tentativa de estupro dentro do banheiro feminino do bloco de Direito (3D) da Universidade Federal de Uberlândia (UFU) nesta segunda-feira (21).

O pai da vítima informou que um homem entrou no local, que fica no campus Santa Mônica, enforcou a jovem e a levou para um box. A vítima gritou e se debateu até conseguir se soltar. O criminoso fugiu. Algumas testemunhas conseguiram identificar o agressor como um funcionário terceirizado da universidade.

Apesar dessas frequentes ocorrências de atos deploráveis, o mundo ainda se volta contra essa atitude depravada e luta a favor dos direitos das mulheres, isso pode ser demonstrado em filmes, como “Irreversível’ (narra de trás para frente, a história de dois amigos, que saem por Paris em busca do homem que espancou e estuprou a namorada de um deles – Monica Belucci -, numa cena violentíssima, que fica na pensamento por dias. Dirigido por Gaspar Noé, esse é um dos filmes mais perturbadores do mundo cinematográfico.

Trailer:

Há também músicas que possuem o estupro como foco de crítica, como a música ‘Till it happens to you’ recentemente lançada da cantora popularmente conhecida como Lady Gaga, que também levanta a questão em seu clipe. (Clique AQUI para ver o videoclipe e ler o que falamos sobre ele)

As mulheres merecem ser livres, para vestir a roupa que desejar, a roupa que se sentir bem, e não devem ser julgadas por isso. Quem tem que ser educada é a sociedade machista, deve aprender que o corpo da mulher pertence apenas a ela, e a mais ninguém.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

© 2017 MixSea | Desenvolvido no Wordpress por Dk Ribeiro
%d blogueiros gostam disto: