Fight like a GIRL: um projeto sobre mulheres fortes da fantasia que inspiram o mundo real

08 03

2016

destaque

“- Você luta como uma garota.
– Obrigada!”

A expressão que sempre foi (e infelizmente ainda é) utilizada de forma pejorativa agora vem ganhando força como elogio!! A desenvolvedora de games Carolina Porfírio (ou Kaol Porfírio) criou uma série de ilustrações em homenagem às mulheres fortes! Não necessariamente fortes de força bruta, músculo, mas personagens que não estão lá para serem salvas no topo do castelo e muito menos para serem o par romântico indefeso do personagem principal, não dependem de homem nenhum para serem quem são. Estamos falando de personagens femininas que sabem lutar pelos seus ideais, são confiantes e que inspiram muito as mulheres reais! Elas não precisam usar roupas hiper sexualizadas para chamar atenção e foram criadas para ter um papel forte dentro das suas tramas, muitas vezes sendo até as personagens principais.

Vejam algumas das imagens que ela já criou para essa série que, até agora, não tem previsão de fim:

arya_fight_like_a_girl

beatrix_fight_like_a_girl

Em entrevista para a Revista Fórum, Carolina conta que criou o projeto como desabafo:

É certo que nós, mulheres, somos pouco – e muitas vezes mal – representadas em jogos, filmes e séries. São poucas as mulheres das quais podemos nos orgulhar, que não são hipersexualizadas, que são protagonistas ou possuem um papel forte na trama.

É bacana ver que em cada publicação na sua página, Carolina conta um pouco sobre a personagem escolhida!

hermione_fight_like_a_girl

chihiro_fight_like_a_girl

hitgirl_fight_like_a_girl

katniss_fight_like_a_girl

ramona_fight_like_a_girl

A Carolina também fez ilustrações de mulheres reais para Think Olga como mostramos algumas aqui! Vocês podem ver por aqui toda essa coleção. 

Muito legal o que ela faz né? A loja Toda Frida fez uma parceria com ela e criou uma série de camisas com essas estampas! Conhecer um pouco mais dessas mulheres poderosas que inspiram muitas de nós no dia a dia :) é muito bom, pesquise mais sobre elas, e perceba que você pode ser uma inspiração também.

Youtube homenageia mulheres que fizeram a diferença no mundo, com mulheres que estão fazendo a diferença agora

08 03

2016

o Youtube está fazendo uma enorme campanha para empoderar e iluminar mulheres criadoras em 2016.

Para isso eles convidaram sete mulheres que são youtubers e que encontraram suas vozes através de seus vídeoa – a brasileira Jout Jout está inclusa nisso tudo– para homenagearem suas sete heroínas particulares. O resultado pode ser visto no vídeo que segue, chamado 100 Years of Incredible Woman (100 anos de mulheres incríveis).

A campanha foi feita de maneira com que as convidadas escolhessem mulheres que elas admiravam para prestar uma homenagem, e vestirem como tal, para lembrarem a todas as mulheres que o mundo sempre foi um mundo cruel com elas, e que não é agora que devem desistir. A homenageadas são: a atriz Katherine Hepburn, a empresária Madam C.J. Walker, uma das pioneiras da aviação Amelia Earhart, a escritora e militante brasileira Pagú, a pintora mexicana Frida Kahlo, a atriz Marilyn Monroe e a performer, artista plástica e ativista Yoko Ono. Todas elas lutaram, e muito, contra as adversidades, perseguições, racismo, desigualdade e machismo para que suas vozes fossem ouvidas

Com isso, o Youtube espera alcançar o maior número de mulheres possíveis, e se preciso, que elas façam vídeos para que suas vozes sejam ouvidas. E você, quem é a sua heroína? Até quando vai se calar?

MULHERES2

MULHERES4

MULHERES3

MULHERES7

MULHERES1

MULHERES6

MULHERES5

E ainda se questionam o porquê da internet estar tirando o telespectador da televisão….

Conheça três poetas brasileiros que desfrutam da “antipoética”

05 03

2016

Quando pensamos em poesia, a primeira coisa que nos vem a mente são textos cheios de sentimentalismos, melancolia, subjetividade e musicalidade. Este lirismo  objetiva a transcendência com construções desprovidas de imparcialidade e cientificidade.

Com este conhecimento prévio sobre a poesia, não conseguimos associar à ela palavras como pedra, fezes, escarro, depressão. Mas é claro que a poesia também dá conta de temas como esse, e palavras como essas, e grandes artistas as usam como seu fazer poético, para conseguir o máximo de significação a cada expressão e chegar à poesia crua da realidade, sem ilusões, sem romantismo. Chamamos de antipoética esta quebra de perspectiva, e existem vários e bons poetas que não podemos deixar de ler, e que nos surpreendem:

Dante Milano (1899-1991), carioca. Da poesia de Milano, Paulo Mendes Campos afirma: “procuro uma fresta lírica, um respiradouro, e chego à antiga conclusão: esta poesia é sinistra, nua, desértica.”

Seguem trechos do poema Objeto de Arte:

“Corpo de ancas opulentas,

Mulher de Angkor,
Coxas e tetas pedrentas
De árduo lavor.

Pedra, lição de escultura,
Da verdadeira
Carnadura, carne dura
Mais que a madeira […]

Ou então pedra-sabão,
Pedra-profeta,
Que da fêmea a carnação
Não interpreta.”

João Cabral de Melo Neto (1920-1999), pernambucano. Escreveu a importantíssima obra Morte e Vida Severina. Ganhador dos prêmios Olavo Bilac, Luís de Camões e Jabuti.

Falou sobre o fazer poético em Catar Feijão:

“Catar feijão se limita com escrever:

joga-se os grãos na água do alguidar

e as palavras na folha de papel;

e depois, joga-se fora o que boiar.”

Vale a pena conferir O Cão sem plumas em que, assim como em A Educação pela pedra (transcrito abaixo), o autor aborda a realidade social brasileira:

“No Sertão a pedra não sabe lecionar,

e se lecionasse, não ensinaria nada;

lá não se aprende a pedra: lá a pedra,

uma pedra de nascença, entranha a alma.”

E, enfim, o poema em que o poeta exprime o que é para ele a poesia:

“Poesia, te escrevia:
flor! Conhecendo
que és fezes. Fezes
como qualquer,
gerando cogumelos
(raros, frágeis cogu-
melos) no úmido
calor de nossa boca.”

 

Augusto dos Anjos (1884-1914), paraibano. No poema Psicologia de um vencidodeclarou-se:

“Eu, filho do carbono e do amoníaco,
Monstro de escuridão e rutilância,
Sofro, desde a epigênese da infância,
A influência má dos signos do zodíaco.”

 

E no primeiro terceto de Versos íntimos o autor traz um conselho:

“Toma um fósforo. Acende teu cigarro!
O beijo, amigo, é a véspera do escarro,
A mão que afaga é a mesma que apedreja.”

Fonte: Literatortura

Fotógrafa retrata os vários tipos de beleza feminina pelo mundo

03 03

2016

A fotógrafa romena Mihaela Noroc criou uma série fotográfica chamada “The Atlas of Beauty” (o atlas da beleza, em português), o propósito é não tratar a beleza como algo que tem a ver com a moda, mas sim com cultura. A jornada de viagens pelo mundo para tirar as fotos iniciou em 2013 e durou 15 meses, fotografando mulheres de 30 países em todos os continentes.

Beleza significa diversidade e eu viajo o mundo para descobri-la“. É assim que a fotógrafa romena define seu projeto.

Confira as belezas que ela encontrou pelo mundo:

atlas5

Coreia do Norte

atlas12

Chile

atlas14

Peru

atlas20

Finlândia

atlas18

Cuba

Este post ainda não acabou, clique para ler mais

Este post ainda não acabou, clique para ler mais

Continue lendo »

Os indicados e os ganhadores do Oscar 2016

01 03

2016

Aconteceu neste último domingo, dia 28 de fevereiro de 2016, a 88ª edição do Oscar, em que a Academia de Artes e Ciências Cinematográficas revela os ganhadores dos prêmios por categorias. O principal prêmio foi dado a “Spotlight – Segredos Revelados”, mas foi “Mad Max – Estrada da Fúria” que ganhou o maior número de estatuetas, no total 6.

Confira a lista de indicados por categoria, e seus respectivos ganhadores:

Melhor Filme

  • Mad Max – Estrada da Fúria
  • O Regresso 
  • O Quarto de Jack
  • Vencedor: Spotlight – Segredos Revelados 
  • A Grande Aposta
  • Ponte dos Espiões
  • Brooklyn
  • Perdido em Marte

The Oscars animated GIF

Melhor Ator

Melhor Atriz

  • Cate Blanchett – Carol
  • Vencedor: Brie Larson – O Quarto de Jack
  • Saoirse Ronan – Brooklyn
  • Charlotte Rampling – 45 Anos
  • Jennifer Lawrence – Joy – O Nome do Sucesso

The Oscars win laughing oscars room

Melhor Diretor

The Oscars oscars 2016

Melhor Canção Original

The Oscars oscars 2016 cant breathe i actually cant breathe right now

Melhor Trilha Sonora

The Oscars oscars 2016 ennio morricone

Melhor Longa Estrangeiro

  • Theeb – Jordânia
  • A Guerra – Dinamarca
  • Cinco Graças – França
  • Vencedor: Filho de Saul – Hungria
  • O Abraço da Serpente – Colômbia

Melhor Curta-Metragem

  • Ave Maria
  • Day One
  • Everything Will Be Okay (Alles Wird Gut)
  • Shok
  • Vencedor: Stutterer

Melhor Documentário em Longa-Metragem

Melhor Documentário em Curta-Metragem

  • Body Team 12
  • Chau, Beyond the Lines
  • Claude Lanzmann – Spectres of the Shoah
  • Vencedor: A Girl in the River: The Price of Forgiveness
  • Last Day of Freedom

Melhor Ator Coadjuvante

  • Christian Bale – A Grande Aposta
  • Tom Hardy – O Regresso
  • Mark Ruffalo – Spotlight – Segredos Revelados
  • Vencedor: Mark Rylance – Ponte dos Espiões
  • Sylvester Stallone – Creed – Nascido para Lutar

Melhor Animação

  • Anomalisa
  • Vencedor: Divertida Mente
  • Shaun, o Carneiro
  • O Menino e o Mundo
  • As Memórias de Marnie

Melhor Curta em Animação

  • Vencedor: A História de Um Urso
  • Prologue
  • Os Heróis de Sanjay
  • We Can’t Live Without Cosmos
  • World of Tomorrow

Melhores Efeitos Visuais

Melhor Mixagem de Som

Melhor Edição de Som

Melhor Edição

Melhor Fotografia

Melhor Maquiagem e Cabelo

  • O Ancião que Saiu Pela Janela e Desapareceu
  • Vencedor: Mad Max – Estrada da Fúria
  • O Regresso 

Melhor Design de Produção

mad max mad max fury road fury road

Melhor Figurino

  • O Regresso 
  • Carol
  • Cinderela
  • A Garota Dinamarquesa
  • Vencedor: Mad Max – Estrada da Fúria

Melhor Atriz Coadjuvante

  • Jennifer Jason Leigh – Os 8 Odiados
  • Rooney Mara – Carol
  • Rachel McAdams – Spotlight – Segredos Revelados
  • Vencedor: Alicia Vikander – A Garota Dinamarquesa
  • Kate Winslet – Steve Jobs

The Oscars win oscars alicia vikander oscars 2016

Melhor Roteiro Adaptado

  • Vencedor: Charles Randolph, Adam McKay – A Grande Aposta
  • Nick Hornby – Brooklyn
  • Phyllis Nagy – Carol
  • Drew Goddard – Perdido em Marte
  • Emma Donoghue – O Quarto de Jack

Melhor Roteiro Original

  • Matt Charman – Ponte dos Espiões
  • Alex Garland – Ex-Machina
  • Peter Docter, Meg LeFauve, Josh Cooley – Divertida Mente
  • Vencedor: Josh Singer, Tom McCarthy – Spotlight – Segredos Revelados
  • Jonathan Herman, Andrea Berloff – Straigh Outta Compton
© 2017 MixSea | Desenvolvido no Wordpress por Dk Ribeiro