5 filmes que completam 20 anos em 2016

17 03

2016

O tempo passa mais rápido do que a gente pensa, mas tem alguns filmes que sempre nos lembraremos porque eram muito bons, principalmente quando éramos crianças. Alguns desses filmes icônicos já farão 20 anos neste ano, e listamos 5 cinco para que você olhe e diga “Nossa estou velho mesmo”, “Quero ver esse de novo”, “Aquele ali é ótimo!!”

1- 101 Dálmatas

Provavelmente você assistiu esse filme todos os dias, morria de ódio da Cruela e de fofura com os cachorrinhos… bom, você não está sozinho.

2- Romeu e Julieta

Um filme bem bonitinho que mostra a história de Romeu e Julieta, e nele tem Leo DiCaprio antes de Titanic, novinho e ainda começando sua carreira de ator, mas já um ótimo ator

3- Matilda

Sim, você está ficando velho, quando era criança assistia esse filme quase todos os dias porque a Sessão da Tarde amava passar ele (e ainda ama), era incrível ver uma menininha ter super poderes e enfrentar toda a diretoria da escola.

4- Missão Impossível

Esse filme é um clássico, todo mundo ja assistiu e ficou maravilhado com as habilidades que os agentes mostram.

5- Professor aloprado

Esse filme era engraçado e todos adoravam, princialmente pelo fato dele fazer vários personagens ao mesmo tempo, é outra que passava na Sessão da Tarde toda semana.

sad eating hungry fat candy

Malala – A menina mais corajosa do mundo | Resenha

27 01

2016

Titulo original: Malala: A menina mais corajosa do mundo

Autora: Viviana Mazza

Ano: 2013

Páginas: 190

ISBN: 978-85-220-1574-0

Editora: Agir

Nota: nota 5 MIXSEA

Seu nome é Malala Yousafzai ela é paquistanêsa, seu pai lhe deu o nome de um guerreira: Malalai de Maiwand, que era filha de um pastor, e quando estava prestes a se casar, os ingleses invadiram o Afeganistão, o pai e o noivo de Malalai se alistaram, e ela os acompanhou para cuidar dos feridos e levar água e armas aos combatentes. Quando o porta-bandeiras foi mortos, Malalai correu para o campo de batalha, tirou i véu que cobria seus cabelos e fez uma bandeira, ela foi atingida e morreu, mas graças a seu gesto, o povo venceu a batalha. Enquanto balançava seu véu, cantava:

“Com uma gota do sangue de meu namorado

Derramado para defender a pátria mãe

Desenharei um pontinho vermelho sobre a testa

E será tão belo

Que fará inveja às rosas do jardim”

Mala MIXSEA.COM.BR

Malala com 11 anos participou de um documentário falando sobre como era sua vida enquanto vivia em um vila que estava em guerra, ela desabafa sobre o fechamento das escolas e sobre o fato de mulheres terem que usar burca, não poder estudar ou simplesmente ser atacada com ácido no rosto. Por causa disso ela fica famosa e começa a ser convidada para dar entrevistas e segue seu sonho de querer participar da política no seu país para poder dar direitos iguais as mulheres.Em um dia no ano de 2012 quando estava voltando para casa da escola, Malala é baleada por desrespeitar os soldados, ela acorda em território britânico, volta a estudar e sua história segue até hoje, é a mulher mais jovem a ser indicada ao prêmio nobel da paz.

O livro é muito bom e curtinho, da pra ler em uma tarde tranquilamente, tem ilustrações e a história em si é muito boa. Da para entender muitas coisas que geralmente são mal explicadas sobre o Paquistão e até dos grupos que estão fazendo terrorismo.

“Quando o mundo inteiro está em silêncio, até mesmo uma só voz se torna poderosa.” – Malala Yousafzai

A evolução de Calpúrnia Tate | Resenha

04 01

2016

 

Titulo original: The evolution of Calpurnia Tate

Autor: Jaqueline Kelly

Tradução: Elisa Nazarian

Ano: 2014

Páginas: 382

ISBN: 978-85-67028-41-5

Editora: Única

Nota: Nota 3 MIXSEA

 

A evolução de Calpúrnia Tate é um livro que não tem só aparência, tem uma história agradável de se ler embora não fique grudado no livro ansioso pelo que acontecerá depois. É uma leitura divertida e interessante com vários fatos biológicos e científicos.

A história se passa em 1889, onde as mulheres tem as matérias de costura, caligrafia, postura e música na escola enquanto os homens tinham as matérias normais e podiam ir para a faculdade. Calpúrnia Virgínia Tate mais conhecida como Callie Vee e com 11 anos era a única menina em 6 irmãos, os mais novos Travis, Sul Ross e Jim Bowie, e dos mais velhos Harry, Sam Houston e Lamar. Callie Vee nunca gostou das matérias ensinadas na escola e sempre teve um olhar perceptivo para tudo, sempre observava a natureza e o que acontecia em seu meio, seu avô (Walter Tate) era um biólogo, então Callie Vee começa a passar mais tempo ao seu lado.

“É impressionante o que se pode ver, apenas ficando sentado em silêncio e observando.”

a evolucao de carpunia tate MIXSEA.COM.BR

1889 é a época de quando o livro “A origem das espécies” do Darwin estava no centro de discussões entre igrejas e cientistas que tinham achado registros fósseis; em uma de suas primeiras relações com seu avô, Callie Vee pega o livro emprestado e começa a ler, ela passa a ir no lago com seu avô para analisar plantas e animais. Sua mãe não gosta nada de sua nova rotina e a obriga a passar mais tempo tocando piano, e aprendendo a cozinhar e bordar, e como Callie Vee é muito nova ela tem que obedecer e fazer tudo o que sua mãe pedir, é claro que ela não gostou nem um pouco, mas mesmo assim o fez.

Para concluir gostaria de falar que por mais que tenha biologia envolvida e a rotina da vida em 1889, o livro é muito bom, eu diria “uma gracinha”, porque não é um livro que te impressiona, é um livro onde a história se torna interessante e você lê sem pressa.

“A natureza… não se preocupa nem um pouco com aparências, a não ser que possam ser úteis a qualquer ser vivo.”

Novo videoclipe de “Hands To Myself” da Selena Gomez mostra outro lado da cantora

22 12

2015

Selena,Selena,Selena, que clipe foi esse? A última do famoso trio Disney a deixar de ser vista como uma princesinha e para mostrar com muita classe o seu lado sensual.

O clipe todo mostra Selena Gomez sensualizando com um homem (Christopher Mason), e a música fala sobre como ela não consegue se segurar e quer o homem a todo custo. Miley Cyrus foi a primeira do trio Disney, quando lançou o seu CD Bangerz e fez aquela famosa apresentação do VMA em 2013, embora tenha demorado um pouquinho Demi Lovato também mostrou seu lado selvagem em 2015 no seu clipe “Cool for Summer” e com lançamento do seu CD Confident. Todos estavam falando da Selena Gomez que até então mantinha sua reputação de menina boazinha da Disney, quando Selena apareceu pelada na capa de seu disco Revival todos ficaram chocados e agora ela veio com Hands to Myself finalmente acabando com sua reputação de santinha estilo Taylor Swift. O clipe saiu hoje e já está com uma repercussão muito boa, eu pelo menos adoro quando artistas tentam fazer algo diferente, tomara que todos os clipes do Revival sejam diferentes.

“Can’t keep my hands to myself; No matter how hard I’m trying to; I want you all to myself; You’re metaphorical gin and juice; So come on, give me a taste”- Selena Gomez ‘Hands to Myself ‘

A very Murray Christmas | Crítica

08 12

2015

 

Título original: A Very Murray Christmas

Ano de produção: 2015

Duração: 56min

Produção: Netflix

Direção: Sofia Coppola

Nacionalidade: EUA, Reino Unido

Nota: nota 5 MIXSEA

 

O que dizer do natal que mal chegou e já ganhou nossos corações com vários especias? A Very Murray Christmas é sobre o Bill Murray, que tenta reunir vários astros e famosos para um show de natal que iria ao vivo na televisão, mas pela tempestade de neve estar forte, fecharam as rodovias, os metrôs, cancelaram os aviões, e ninguém aparece.


É um musical só com músicas natalinas, e é rapinho, tem 56 minutos, produzido pela Netflix, então melhor ainda. Esse filme conta com participações especiais como Miley Cyrus, Chris Rock e Maya Rudolph, que também arrasam.

“And since we’ve no place to go; Let it snow, let it snow, let it snow” – Michael Bublé

© 2017 MixSea | Desenvolvido no Wordpress por Dk Ribeiro